BEM VINDO

Gostaria de deixar claro que o evangelho de Jesus Cristo é para mim motivo de honra,“porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê...”(Rm 1:16). Tenho, porém, a cada dia, mais vergonha do evangelicalismo pregado nos púlpitos de algumas igrejas e vivido por muitos de seus membros.

O espírito mundano tem assolado e impregnado as mentes e corações do povo de Deus, como um mal que se alastra em todos os setores da vida religiosa: doutrina, liturgia, fé e padrões de conduta. A tal ponto que muitos crentes sinceros, mas negligentes quanto ao conhecimento das Escrituras, têm se deixado enredar “pela astúcia de homens que induzem ao erro” (ef 4:14).


ARQUIVOS DO BLOG

sábado, 6 de março de 2010

Parte4. Fruto do Espírito



Assunto: Doutrina do Espírito Santo
Tema: O Fruto do Espírito
Texto Base: Gálatas 5:16-25
Classe: Senhoras e Moças



G. O FRUTO DO ESPÍRITO É: ... FIDELIDADE ...


No conceito secular: Qualidade de quem é fiel, leal, que cumpre aquilo a que se obriga, que não falha,
sincero. Fiel - Ponteiro que indica o equilíbrio da balança.
Conceito teológico: (grego – pistis) – Ser leal, digno de confiança, fiel, fé.

1. Fiel é um termo utilizado para expressar a idéia de comparação entre dois objetos.
Não quer dizer que ambos são iguais, mas que um é o resultado de outro.

2. Podemos entender estes três aspectos da fidelidade:
(1) algo que é a cópia de outra
• Quando mandamos fazer cópias de uma chave, ao recebermos a cópia e a original podemos dizer que a cópia é fiel a original.
• Cópia de documentos autenticada em cartório: "Firmo e dou fé"

(2) alguém que satisfaz às nossas expectativas
• Quando temos uma amizade e dizemos que esta amizade é fiel - Queremos dizer que tem as características que esperamos de uma amizade.

(3) alguém que cumpre aquilo que promete.
• Quando alguém nos promete algo e depois cumpre - afirmarmos que tal pessoa é fiel.

Dentro da realidade da palavra de Deus devemos iniciar com Deus e envolve estes 2 aspectos.

I. A FIDELIDADE DE UMA PESSOA INICIA EM DEUS ( NAS SUAS PROMESSAS)
1. A IMUTABILIDADE daquele que promete
Ml 3:6  Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.

2. O PODER DE CUMPRIR
Isaías 46:9-10  Lembrai-vos das coisas passadas da antigüidade: que eu sou Deus, e não há outro, eu sou Deus, e não há
outro semelhante a mim; que desde o princípio anuncio o que há de acontecer e desde a antigüidade, as coisas que ainda não sucederam; que digo: o meu conselho permanecerá de pé, farei toda a minha vontade.

3. A clareza das PROMESSAS
Deus já no V.T. prometeu ao seu povo que faria com eles uma nova aliança, onde seriam postas as leis de Deus no coração e na mente de um povo, que passaria a ser propriedade de Deus.
Jeremias 31:33  Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente,
lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.

• Com esta promessa Deus chegou a cada uma de nós. Esta é primeira das promessas e se somos salvos sabemos que as demais promessas ou já se cumpriram, ou ainda se cumprirão. 
• Assim, nós que conhecemos as promessas de Deus devemos saber que Ele é possuidor dos dois aspectos para a formação de um caráter fiel.

II. A FIDELIDADE COMO VIRTUDE CRISTÃ
1. A fidelidade e a palavra
A permanência na palavra de Deus mostra que somos discípulos de Cristo, e verdadeiramente livres para manifestarmos nossa fidelidade à palavra de Deus.
Jo 8:31-32  Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

2. A fidelidade e a promessa de Deus
A fidelidade é uma obra de Deus em nossas vidas. Deus é fiel e cumprirá sua promessa, tornando-nos crentes fiéis.
1 Ts 5:24  Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.
Hb 11:1  Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.






RAABE ...
"O preço da fidelidade" (Js 2 )












Contexto
1. Mulher cananéia, pecadora, morava na muralha da cidade de Jericó (v.1)
• Não fazia parte do povo de Deus
• Morava no meio de um povo idólatra

2. Confessa sua fé, reconhece a grandeza de Deus e Crê que Israel é o povo escolhido
A fidelidade de uma pessoa inicia em Deus ( nas suas promessas)
Josué 2:9-11
e lhes disse: Bem sei que o SENHOR vos deu esta terra, e que o pavor que infundis caiu sobre nós,
Porque temos ouvido que o SENHOR secou as águas do mar Vermelho diante de vós...

A imutabilidade daquele que promete
e também o que fizestes aos dois reis dos amorreus, Seom e Ogue, que estavam além do Jordão, os quais destruístes.

O poder de cumprir
Ouvindo isto, desmaiou-nos o coração, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença;
porque o SENHOR, vosso Deus, é Deus em cima nos céus e embaixo na terra.

3. É fiel à sua fé: A fidelidade como virtude dos que crêem.
A permanência na palavra de Deus mostra que somos discípulos – mostrou que ela era discípula.
• Acolhe os espias, mesmo correndo riscos, pois desobedece às ordens do rei ( 2-7)
• e providencia- lhes a fuga (15-16);

4. Espera fidelidade do povo de Deus
Deus é fiel e cumprirá sua promessa, tornando os seus servos (crentes) fiéis.
• pois pede misericórdia para toda a casa de seu pai (12-13)
• e combinam um sinal claro (18-19);

5. O Senhor é fiel (6:16-17;22-23) - Raabe é salva!
"E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa." (Atos 16 : 31)

H. O FRUTO DO ESPÍRITO É: ... MANSIDÃO ...

MANSIDÃO
I. DEFINIÇÃO
A capacidade de submeter-se, passivamente, às orientações do Senhor. Obediência humilde. Há uma estreita relação entre o governo do Senhor e a participação passiva do servo.

II. A IDÉIA SURGE NO VT
1. Para descrever a suavidade do governo de Deus e a grande vantagem em obedecê-lo.
Salmos 40:17  Eu sou pobre e necessitado, porém o Senhor cuida de mim; tu és o meu amparo e o meu libertador; não te detenhas, ó Deus meu!

Salmos 25:9   Guia os humildes na justiça e ensina aos mansos o seu caminho.

Isaías 66:2  Porque a minha mão fez todas estas coisas, e todas vieram a existir, diz o SENHOR, mas o homem para quem olharei é este: o aflito e abatido de espírito e que treme da minha palavra.

2. Jesus, profeticamente, é citado como humilde em seu jumentinho, e assim o fez em obediências às Escrituras.
Zc 9:9  Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém: eis aí te vem o teu Rei, justo e salvador, humilde, montado em jumento, num jumentinho, cria de jumenta.

III. NO NOVO TESTAMENTO
1. É característica do domínio de Cristo
Os termos utilizados para expressar as marcas do domínio de Cristo que leva a cabo seus propósitos sem o uso da força. Assim ressalta a humildade humana de Cristo.
Mateus 11:29  Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.

2. Cristo promete recompensas aos que procedem com mansidão
Mateus 5:3  Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.
Mateus 5:5  Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.

3. O contexto de 2 Co 10, o apóstolo Paulo mostra a mansidão como atitude de Cristo, mas defendendo a verdade.
2 Co 10:1-2  E eu mesmo, Paulo, vos rogo, pela mansidão e benignidade de Cristo, eu que, na verdade, quando presente entre vós, sou humilde; mas, quando ausente, ousado para convosco, sim, eu vos rogo que não tenha de ser ousado, quando presente, servindo-me daquela firmeza com que penso devo tratar alguns que nos julgam como se andássemos em disposições de mundano proceder.

IV. CONCLUSÃO
• Não dá a entender que é uma atitude meramente humana. É obra do Espírito que estamos vendo.
É um sinal da chamada
Ef 4.2   com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor.
E da eleição
Cl 3.12   Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade.

• Não é uma aspecto do temperamento humano.
É uma realidade quando os homens se conformam a Cristo e à Sua imagem.




RUTE
“Humilde, mansa, obediente ... Recebe do Senhor a recompensa.”
Livro de Rute







1. INTRODUÇÃO
• Moça gentia, moabita, conheceu o Deus de Israel através da família de seu esposo.
• Viúva, teria o direito de voltar para o seu povo e seus deuses. Porém, decide ficar com sua sogra.
• Decide servir ao Deus verdadeiro e fazer parte do povo de Israel.

2. SUA SITUAÇÃO AO RETORNAR PARA BELÉM
• De abastada à situação de pobreza extrema (1.21).
• Responsável pelo seu sustento e da sogra.
• Não mede esforços e sai em busca de comida, atrás das servas, colhendo espigas nos campos.

3. DEUS GUIA SEUS PASSOS E A PROTEGE
• Deus guia seus passos ao campo de um resgatador (parente próximo).
Salmos 25:9  Guia os humildes na justiça e ensina aos mansos o seu caminho.

• Deus cuida para que seja protegida e consiga comida.
Salmos 40:17   Eu sou pobre e necessitado, porém o Senhor cuida de mim.

• Submete-se, passivamente, às orientações do dono do campo: Boaz.
Rt 2:8-9  Então, disse Boaz a Rute: Ouve, filha minha, não vás colher em outro campo, nem tampouco passes daqui; porém aqui ficarás com as minhas servas. Estarás atenta ao campo que segarem e irás após elas. Não dei ordem aos servos, que te não toquem? Quando tiveres sede, vai às vasilhas e bebe do que os servos tiraram.

4. O SENHOR E A PASSIVIDADE DO SERVO
Há uma estreita relação entre o governo do senhor e a participação passiva do servo.
• Noemi conhecia a Lei de Deus do “Levirato”:
Dt 25:5-6  Se irmãos morarem juntos, e um deles morrer sem filhos, então, a mulher do que morreu não se casará com outro estranho, fora da família; seu cunhado a tomará, e a receberá por mulher, e exercerá para com ela a obrigação de cunhado. O primogênito que ela lhe der será sucessor do nome do seu irmão falecido, para que o nome deste não se apague em Israel.

• Obediência humilde ao plano de Noemi, que segundo a Lei, vai buscar –lhe um resgatador.
Faze assim e assim... (Rt 3:1-4)
Rute 3:5  Respondeu-lhe Rute: Tudo quanto me disseres farei.

5. A SUAVIDADE DO GOVERNO DE DEUS E A VANTAGEM EM OBEDECÊ-LO
• O resgatador, Boaz, toma conhecimento do fato, aceita cumprir a Lei e elogia a Rute
Rute 3:10-11  Disse ele: Bendita sejas tu do SENHOR, minha filha; melhor fizeste a tua última benevolência que a primeira, pois não foste após jovens, quer pobres, quer ricos. Agora, pois, minha filha, não tenhas receio; tudo quanto disseste eu te farei, pois toda a cidade do meu povo sabe que és mulher virtuosa.

• A história de Rute descreve a suavidade do governo de Deus e a grande vantagem em obedecê-Lo.
Isaías 66:2  ... diz o SENHOR, mas o homem para quem olharei é este: o aflito e abatido de espírito e que treme da minha palavra.

6. A RECOMPENSA DA MANSIDÃO
• Rute casa com Boaz e tem um filho, Obede, que é o bisavô de Davi.
Rt 4:13  Assim, tomou Boaz a Rute, e ela passou a ser sua mulher; coabitou com ela, e o SENHOR lhe concedeu que concebesse, e teve um filho.
v.14   Então, as mulheres disseram a Noemi: Seja o SENHOR bendito, que não deixou, hoje, de te dar um neto que será teu resgatador, e seja afamado em Israel o nome deste.
v. 15  Ele será restaurador da tua vida e consolador da tua velhice, pois tua nora, que te ama, o deu à luz, e ela te é melhor do que sete filhos.

I. O FRUTO DO ESPÍRITO É: ... DOMÍNIO PRÓPRIO ...

Conceito Secular: Qualidade de quem tem poder sobre si mesmo. Significa perseverança em abster-se de algo.
Conceito teológico: (grego – enkrateia) – abstinência, ter controle sobre si.

• O domínio próprio ou a autodisciplina neste texto é claramente um comportamento positivo que está em contraste direto com os desejos da velha natureza caída.

• Agradar a Deus com nossas vidas e atitudes não é algo que naturalmente faça parte do coração do homem.

• É preciso que venha do Espírito de Deus e haja disposição para ser recebida como um dom.

Romanos 12:1-2
Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

UMA MULHER CUJA VIDA SIRVA DE EXEMPLO DE DOMÍNIO PRÓPRIO?




Chegamos ao final do estudo e espero que tenha sido proveitoso para as irmãs. Que nosso Deus seja honrado e engrandecido em nossas vidas, lares e famílias. Amém. 
.

É permitida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste Blog, desde 
que o nome da autora seja mencionado e postado o seu link de origem. 
 Lei n. 9.610, 19/02/98. http://amulhereapalavra.blogspot.com.br/