BEM VINDO

Gostaria de deixar claro que o evangelho de Jesus Cristo é para mim motivo de honra,“porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê...”(Rm 1:16). Tenho, porém, a cada dia, mais vergonha do evangelicalismo pregado nos púlpitos de algumas igrejas e vivido por muitos de seus membros.

O espírito mundano tem assolado e impregnado as mentes e corações do povo de Deus, como um mal que se alastra em todos os setores da vida religiosa: doutrina, liturgia, fé e padrões de conduta. A tal ponto que muitos crentes sinceros, mas negligentes quanto ao conhecimento das Escrituras, têm se deixado enredar “pela astúcia de homens que induzem ao erro” (ef 4:14).


ARQUIVOS DO BLOG

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Parte1- A história de Mary Jones



Lição de Incentivo a Missões
Titulo: Por causa de uma Bíblia
Autora: Mary Carter
Leitura: Sl 119:105 “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.”
Classe: Primários e Juniores
Recursos Visuais: Apresentação em powerpoint/Uso de figuras de sites citados neste blog.

INTRODUÇÃO
Hoje vamos conhecer a história de Mary Jones e seu grande desejo de possuir uma bíblia.
Mas antes de iniciarmos a história, vamos conhecer algumas coisas importantes sobre a Bíblia.Cada um que está com sua Bíblia sabe em que língua ela está?Está em português, pois nós falamos português.

AS VERSÕES
1º Mas há muito tempo atrás a Bíblia era escrita em apenas uma língua.O HEBRAICO- Quem sabe ler o que está escrito? Apenas um único país podia ler a Bíblia.
2ºDepois algumas pessoas traduziram a Bíblia para outra língua:O GREGO.
3ºMas Jesus falou: “Pregai o evangelho a toda criatura”.Deus deu inteligência para muitos homens e eles traduziram pra muitas outras línguas: Inglês, Italiano, espanhol.
Até que um homem traduziu para português e hoje temos.Português- É muito bom, podermos ler a Palavra de Deus: Português.

A ESCRITA
Mas as primeiras bíblias eram escritas à mão em material como couro, ou folhas de algumas espécies de vegetais (papiros). Não havia papel. Apenas algumas pessoas sabiam escrever, e as Bíblias eram muito pesadas e caras. Poucas pessoas podiam comprar Bíblias.
Os anos passaram e descobriu-se o papel. Assim o couro e os OUTROS materiais deixaram de ser usados para fazer as Bíblias.
A Bíblia passou ainda muito tempo sendo escritas à mão, porém agora em papel. A Bíblia ficou mais leve, mas mesmo assim era muito cara e poucas pessoas podiam ter Bíblias em casa.
O tempo passou e Deus deu sabedoria ao Homem, assim foi criada uma máquina que podia fazer Bíblias sem serem escritas à mão. E as Bíblias passaram a ser feitas em grande quantidade, mas mesmo assim eram muito caras.TIPOGRAFIA.
Depois estas máquinas foram sendo aperfeiçoadas e hoje temos computadores que imprimem muitas Bíblias. COMPUTADOR. Assim podemos ter a Bíblia em preços que todos podem comprar.

A HISTÓRIA DE MARY JONES
LOCAL E DATA
 País de Gales, Europa , Lugarejo, próximo a aldeia de Aber  1792 – Há muitos anos atrás.
A FAMÍLIA
 Mary Jones, Sr. Jacó e D. Ana. Eles trabalhavam de tecelões. Eles eram muito pobres. Eram crentes fiéis e se amavam muito.
SUA CASA
 Ao pé das Montanhas. Casa Humilde. Não havia luz elétrica – a luz era uma tocha fixada na parede. Havia uma lareira com um fogo para aquecer. Fogão a lenha, mesa, banquinhos, Caixotes para guardar vasilhas e roupas. As camas e... só! O chão era de terra batida, porém muito limpo.
AS GALINHAS
 Mary alimentava as galinhas muito rapidamente. Aquele era dia de Culto no Vilarejo. Para Mary era o melhor dia da semana – ela ouviria a Palavra de Deus. Já estava tarde e poderiam chegar atrasadas.
A LAMPARINA
 Era o motivo para Mary acompanhar a mãe ao culto. Naquele tempo não era comum crianças freqüentarem cultos. Papai Jacó está doente e não irá à Igreja. Mary promete contar-lhe tudo quando voltarem. Elas beijam papai e se despedem.
O CAMINHO
 D. Ana e Mary saem apressadas c/ lamparina. Em tudo elas lembravam das palavras da bíblia... Na escuridão da noite, Lua e estrelas, D. Ana lembra do Sl 119:105 “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.”. Mary lembra quantos pensamentos lindos há na Bíblia... Mamãe, como deve ser maravilhoso ter uma bíblia em casa e poder Ler todas aquelas histórias... Mas... Ela não sabe ler... suspira...
 Já tem 8 ANOS e não há nenhuma escola perto de Aber! D. Ana a consola: "eu e seu pai lhe contamos muitas histórias bíblicas..." Davi e Golias, Daniel na cova dos leões, a de José... Mary: "Sim! Eu chorava quando ouvia a de José e seus irmãos maus que o venderam e de como Deus o recompensou... Qual será a leitura bíblica de Hoje?"
A IGREJA
 Chegam na Igreja e todos perguntam pelo irmão Jacó. Muitos irmãos disseram que o visitariam nos próximos dias. Mary senta ao lado de um casal de visitantes. O visitante fica muito impressionado com Mary. Ela sabe todos os cânticos e recita vários versículos. Ela não é muito nova para este tipo de culto? D. Joana: oh! Não, sem ela o culto seria estranho... Mary é uma menina muito especial – ela ama a Deus de todo coração.
 O texto estudado foi a transfiguração de Jesus - Mt 17:1-8. Na volta para casa Mary, muito impressionada, conta tudo ao papai, sem esquecer nenhum detalhe. O Sr. Jacó ouve com atenção. Ele já conhecia o texto e lamenta muito que não tenham uma Bíblia em casa.
OS PENSAMENTOS DE MARY
 Papai Jacó e Mary cuidavam de uma horta de batatas que ajudava na alimentação da família. No dia seguinte bem cedo ela foi cuidar da horta. Muitas vezes parou e ficou olhando o céu e os montes. D. Ana e o Sr. Jacó observavam e pensaram que fosse cansaço. Mas quando terminou ficou meditando na transfiguração
A TRANFIGURAÇÃO
 Como Deus mandou o seu Filho perfeito nascer neste mundo em semelhança de homem E Jesus sendo santo, nunca pecou. Ali no monte, ele manifestou toda a sua glória. Pedro ficou tão extasiado e sem saber o que dizer quando viu o rosto de Jesus resplandecente e suas roupas alvas como a neve. E depois a nuvem cobriu o monte e uma voz – a voz do próprio Deus disse: “Esse é meu Filho amado, a Ele vocês devem ouvir”

PLANO DA SALVAÇÃO
 Mary pensava: eu sou pecadora e merecedora de castigo eterno. Mas Jesus morreu sem nunca merecer a morte, para que eu recebesse o perdão dos meuspecados. Oh! Como ela estava agradecida a Jesus pelo seu tão grande amor. Como ela era feliz por ter aceito Jesus como seu Salvador.

CNS – E VOCÊ, JÁ CREU em Cristo como seu Salvador pessoal?
CS – E VOCÊ QUE É SALVO, medita nas grandezas de Deus e é santo?

Continua ...

.