BEM VINDO

Gostaria de deixar claro que o evangelho de Jesus Cristo é para mim motivo de honra,“porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê...”(Rm 1:16). Tenho, porém, a cada dia, mais vergonha do evangelicalismo pregado nos púlpitos de algumas igrejas e vivido por muitos de seus membros.

O espírito mundano tem assolado e impregnado as mentes e corações do povo de Deus, como um mal que se alastra em todos os setores da vida religiosa: doutrina, liturgia, fé e padrões de conduta. A tal ponto que muitos crentes sinceros, mas negligentes quanto ao conhecimento das Escrituras, têm se deixado enredar “pela astúcia de homens que induzem ao erro” (ef 4:14).


ARQUIVOS DO BLOG

domingo, 30 de maio de 2010

Corinho: Leia a Bíblia e faça oração

3 comentários
Mostrar o cartaz com as perninhas "CRESCENDO" ou "DIMINUINDO", conforme a letra do corinho...















Imprimir os moldes em tamanhos grandes, colar em papel cartão para ficar rijo.

Fig.1 - MOLDELO DO CORPO

Fig.2 - MOLDELO DAS PERNAS
Deverá ser providenciado uma faixa de segurança para adaptá-las ao cartaz (Fig.4).








Fig.3 - MODELO DO CARTAZ
Deverá ser fixado na frente do corpo.


Fig.4 - MONTAGEM DO MOVIMENTO DAS PERNAS.
NA PARTE DE TRÁS do CARTAZ fazer uma FAIXA de papel cartão para apoiar as pernas enquanto crescem e encolhem durante o cântico.




NA PARTE DE TRÁS DAS PERNAS fazer e colar uma FAIXA de papel cartão.








É permitida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste Blog, desde
que o nome da autora seja mencionado e postado o seu link de origem. 
Lei n. 9.610, 19/02/98. http://amulhereapalavra.blogspot.com.br/

quinta-feira, 27 de maio de 2010

O Livro de Rute

0 comentários

Clique AQUI













Seminário Batista Regular do Amazonas
Disciplina: Livros Históricos
Pastor: Jonas Xavier (já com Cristo)
Alunos: Paulo Brasil e Glória Brasil
Estudo do livro de Rute, baseado na Obra de J. Sidlow Baxter, Examinai as Escrituras.
Ano 1999

LIVRO DE RUTE

Período: De juizes "nos dias em que julgavam os juízes". Em meio à corrupção e deteriorização moral é que se passa esta linda história de amor e amizade.
Relato em forma de história. De amor, num contexto rural, onde sogra e nora demonstram grande afetividade.
Relato verdadeiro. O elo moabita na genealogia de Davi, e pelo fato do livro ter sido escrito durante o reinado de Davi, dá credibilidade ao texto através do reconhecimento dessa origem do rei.

CARACTERÍSTICAS ESPECIAIS
1. Livro com nome de mulher – há apenas outro, Ester.
Rute diferente de Ester não é judia e passa a morar junto ao povo judeu. E tambem diferente de Ester, Rute ocupa posição central da narrativa, é inteiramente dedicado ela.
2. História de amor
História sem preconceitos, que retrata o amor de uma jovem à sua sogra.
3. Universalidade
Contrariando o zelo nacionalista dos israelitas, a descrição sincera a respeito de uma mulher estrangeira, rompe o caráter judaico da narrativa. É um convite a outras raças para auferirem os privilégios e bençãos de israel. Entrando na linhagem real messianica, o sangue gentilico.

Esboço
CAP. 1 DECISÃO DO AMOR (RUTE : A NOBRE ESCOLHA) - A FILHA FIEL
CAP. 2 RESPOSTA DO AMOR (O SERVIÇO HUMILDE) - RESPIGADEIRA MOABITA
CAP. 3 PEDIDO DO AMOR ( O TERNO APELO) - SUPLICANTE VIRTUOSA
CAP. 4 RECOMENSA DO AMOR (ALEGRIA CONJUGAIS) - ESPOSA E MAE AMADA

sexta-feira, 21 de maio de 2010

O Livro de Ester

0 comentários
Clique AQUI













TEMA: DEUS CUIDA DOS CRENTES
TEXTO: Porque, se de todo te calares agora, de outra parte se levantará para os judeus socorro e livramento, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para conjuntura como esta é que foste elevada a rainha? (Ester 4:14)
ALVO:
• DEUS CUIDA DE CADA CRENTE.
• DEVEMOS SENTIRMO-NOS SEGUROS.
• IDENTIFICAR NOSSAS AFLIÇÕES, ANGÚSTIAS E INSEGURANÇAS E CONFESSÁ-LAS A DEUS, E ASSIM DESENVOLVER UMA VIDA CRISTÃ COM SEGURANÇA, PAZ E ESPERANÇA.
PRÉ-AULA: GRÁFICO DA CRONOLOGIA DO EVENTOS QUE ACONTECERAM ANTES E DEPOIS DOS FATOS DESCRITOS NO LIVRO DE ESTER.
CÂNTICO: HINO 344, DO CANTOR CRISTÃO.
VERSÍCULO PARA ENSINAR
LANÇANDO SOBRE ELE TODA A VOSSA ANSIEDADE, PORQUE ELE TEM CUIDADO DE VÓS. 1 PE 5:7
MÉTODO DE ENSINO: PRELEÇÃO COM PARLAMENTO.
CLASSE: ADOLESCENTES.

A LIÇÃO
INTRODUÇÃO
O CENÁRIO
É a Pérsia. O povo judeu viera exilado da Palestina há pelo menos 130 anos. Estamos por volta de 478 a. C. A primeira leva de pessoas que voltou faz sessenta anos. O relato apresentado neste livro está inserido em um contexto, não entre aqueles que voltaram, mas dentre os que ficaram na Pérsia. Há uma multidão de Judeus espalhados em todo o Império persa.

CAPÍTULO 1
A RAINHA VASTI É DEPOSTA. 3º ANO DO REINADO DO REI ASSUERO.

1. A dimensão do Império. Desde a Índia até a Etiópia, sobre 127 províncias (V. 1).
2. O banquete. O rei Assuero promove uma festa que dura 180 dias e, ao final, um banquete de 7 dias.
O rei, após muito ingerir bebidas, pediu que a rainha viesse até seus convidados para mostrar-se, pois era muito formosa.
3. A rainha recusou-se a obedecer o rei. Como punição pela desobediência, após consultar seus conselheiros, o rei a depôs.

Passados 4 anos (1.3 comp. 2.16)

CAPÍTULO 2
ESTER É A NOVA RAINHA DA PÉRSIA E MORDECAI LIVRA O REI DA MORTE.

1. Em busca de virgens formosas para substituir a rainha. Por orientação de seus assessores, o rei envia oficiais por todo império, para escolher virgens formosas. Todas as escolhidas são trazidas para Susã, a capital do Império. Aquela que mais agradasse ao rei seria a nova rainha.
2. Hadassa é escolhida.
Seu nome que significa MURTA, planta da palestina, cujo utilização alegórica nas escrituras está associada a generosidade de Deus( Is 41.19; 55.13) e a paz (Zc 1.8-11). Também é Ester, significando estrela. De origem judaica, órfã, fora criada por seu primo, Mordecai. Que orientou-a para que não revelasse sua origem diante das pessoas que agora passaria a conviver.

sábado, 15 de maio de 2010

sexta-feira, 14 de maio de 2010

quinta-feira, 13 de maio de 2010

quarta-feira, 12 de maio de 2010

O Patriarca Jacó

0 comentários
Clique AQUI
(Smilebox)

O Patriarca Isaque

0 comentários

Clique AQUI
(Smilebox)

O Patriarca Abraão

0 comentários

Clique AQUI
(Smilebox)











TEXTO BÍBLICO: GÉNESIS 12-22

VISÃO GERAL DE ABRAÃO
Abraão é uma das figuras mais importantes da Bíblia. É chamado "o amigo de Deus" (II Crônicas 20:7, Tiago 2:23) Embora não tivesse filhos, Deus lhe prometeu, "todas as famílias da terra serão abençoadas através de ti" (Gênesis 12:3). Essa aparente contradição possibilitou grandes testes de fé, promessa e realização para Abraão e sua esposa Sara. Através da vida de Abraão, Deus revelou seu plano de escolher e fazer aliança com o seu povo. Abraão confiou em Deus e agora é conhecido como o pai do povo escolhido de Deus. Seu nome era originalmente Abrão, significando "(o) pai exaltado". Seus pais integravam um grupo que adorava a lua na cidade de Ur e o nome antigo de Abraão provavelmente se referia ao deus lua ou a qualquer outro deus pagão, Deus mudou o nome de Abrão para Abraão (Gênesis 17:5) para indicar claramente uma separação dos caminhos pagãos de Abrão. O novo nome de Abrão significava "pai de uma multidão" e era uma afirmação da promessa que Deus lhe havia feito de que teria muitos descendentes. Esta troca de nome foi também uma prova significativa de sua fé em Deus. Àquela época, Abraão estava com 99 anos e sua esposa estéril com 90 anos (11:30; 17:1- 4:17).

A VIDA DE ABRAÃO
A história de Abrão começa em Gênesis 11, onde sua genealogia é lembrada (Gênesis 11:26-32). Terá, seu pai, recebeu o nome de um deus pagão adorado em Ur. Terá teve três filhos: Abrão, Naor e Harã.. Harã, o pai de Ló, morreu antes que a família saísse de Ur. Terá tomou Ló, Abrão e a mulher deste, Sarai, e tirou-os de Ur para irem para Canaã, mas eles se estabeleceram em Harã (11:31). O livro de Atos 7:2-4 afirma que Abrão ouviu o primeiro chamado de Deus enquanto ainda estava em Ur.

UM NOVO LAR
Depois da morte de Terá, Deus disse a Abrão, "Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, e vai para a terra que te mostrarei". Esta ordem foi a base para a "aliança" de Deus com Abrão.

Torre de Babel

0 comentários

Clique AQUI
(Smilebox)

O Dilúvio

0 comentários

Clique AQUI
(Smilebox)













Exercício Pós-Aula:

Modelo explicativo para os professoras: Os alunos receberão as folhas com os moldes e as letras cortadas, em pequenos envelopes e deverão "construir" o quebra-cabeça, colando no único local que resultará na frase correta.


















Entregar esta folha para os alunos:


















Recortar em blocos, conforme o encaixe do desenho e entregar aos alunos em envelopes. E cola. Estabelecer tempo.


















.

É permitida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste Blog, desde
que o nome da autora seja mencionado e postado o seu link de origem.  
Lei n .9.610,19/02/98.  http://amulhereapalavra.blogspot.com/ 

A Criação

0 comentários

Clique AQUI
(Smilebox)












Texto: Gn cap. 1
Versículo: Hb 11.1-3

I. Introdução
 Gênesis foi escrito por Moisés, provavelmente recebeu o relato de tradição oral de seus antepassados, posto que muitos patriarcas conviveram com homens de vida longeva, como Abraão, Noé, Matusalém, Sete e o próprio Adão;
 Sem dúvida, porém, sua maior autoridade está no fato de ter sido inspirado por Deus, que não só confirmou a história como lhe deu a riqueza de detalhes necessária para que registrasse tudo que era preciso acerca do início do mundo, dos seres e do homem;
 Gênesis é o TESTEMUNHO que Deus dá sobre a criação. E Deus é fiel!

II. Gênesis 1.1: No PRINCÍPIO...
 Somente Deus estava no princípio – antes que existisse qualquer coisa – Ele não teve princípio e jamais terá fim, como diz Salmos 90:2 “Antes que os montes nascessem e se formassem a terra e o mundo, de eternidade a eternidade, tu és Deus.”;
 Deus é ETERNO – sempre é ou existe. Jesus respondeu com ousadia aos seus oponentes judeus, usando um verbo no tempo presente que sugere contínua existência: “... antes que Abraão existisse, EU SOU.”  (João 8:58);
 Deus pode nos contar do principio porque estava lá e é o autor da vida;
 Todas as demais tentativas de explicar as origens são apenas TEORIAS humanas, conjecturas pessoais, sem nenhuma autoridade.

III. No princípio CRIOU... do NADA.
 Deus criou o universo “ex-nihilo”, do nada, de nenhuma matéria pré-existente. Ele o fez somente pelo poder se Sua palavra, para Sua honra e glória pessoal.

Angelologia

0 comentários
Clique AQUI
(Smilebox)

Bibliologia

0 comentários
Clique AQUI
(Smilebox)

segunda-feira, 3 de maio de 2010

O Sonho de Nabucodonosor

0 comentários
Aula de conclusão do Curso de Evangelismo de Criancas  APEC
Gloria Brasil
Manaus/AM/2000

Lição bíblica: A soberania de Deus
Tema: Deus controla todas as coisas
Texto: Daniel 4
Verso para decorar: Assim, ao Rei eterno, imortal, invisível, Deus único, honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém! (1 Timóteo 1:17)
Cântico : Aleluia, Aleluia. (Cânticos de salvação, n.º 22)
Classe: Juniores
Ensino : Que Deus tem poder para controlar todas as coisas.
Que as crianças se sintam protegidas e cuidadas por Deus.
Que elas agradeçam, através da oração, o que Deus tem feito por elas; louvando e glorificando o Senhor.
Método : Monólogo
Recurso Visual: Vestida e caracterizada com roupas reais.

Esboço

Introdução
O REI CAMINHANDO DE UM LADO PARA O OUTRO, E FALANDO CONSIGO MESMO.

- Um dia eu conheci três homens hebreus que acreditavam no Deus eterno, Criador do céu e da terra. Este Deus que eles acreditavam tinha tanto poder que os livrou da fornalha ardente na qual foram jogados. Este Deus os amava muito.

A Bíblia diz (Jr 31:3) que DEUS AMA a você criança, com um amor eterno; por isso Ele quer que você O conheça.

Naquela época eu não conhecia o Deus Altíssimo e nem o Seu grande amor. Hoje eu vou lhes contar uma experiência que eu tive com este Deus.

Andamento

1. Eu, Nabucodonosor, Rei do grande Império da Babilônia, certa noite estava tranqüilo em minha casa e feliz no meu palácio. Após algumas horas de sono acordei, perturbado por um sonho que tive.
Então disse : Tragam à minha presença todos os sábios da Babilônia, para descobrir o significado do meu sonho. (vv. 1-5)

2. Vieram magos, encantadores, feiticeiros. Para todos eu contei o sonho; mas nenhum deles sabia seu significado. Por fim, veio Daniel, um hebreu, no qual há Espírito do Deus Santo, por isto nenhum mistério te é difícil, dize-me o significado do meu sonho (vv. 6-9)