BEM VINDO

Gostaria de deixar claro que o evangelho de Jesus Cristo é para mim motivo de honra,“porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê...”(Rm 1:16). Tenho, porém, a cada dia, mais vergonha do evangelicalismo pregado nos púlpitos de algumas igrejas e vivido por muitos de seus membros.

O espírito mundano tem assolado e impregnado as mentes e corações do povo de Deus, como um mal que se alastra em todos os setores da vida religiosa: doutrina, liturgia, fé e padrões de conduta. A tal ponto que muitos crentes sinceros, mas negligentes quanto ao conhecimento das Escrituras, têm se deixado enredar “pela astúcia de homens que induzem ao erro” (ef 4:14).


ARQUIVOS DO BLOG

terça-feira, 12 de setembro de 2017

OANSE VQ7 Lição 2

OANSE – Obreiro Aprovado Não Se Envergonha
Ministério VQ-7

(AWANA – Approved Workmen Are Not Ashamed Youth – Journey Bible Study - A Study in Revelation)





Para baixar 
a apresentação
clique AQUI








LIÇÃO 2

O SENHOR DA GLÓRIA 


Leia: Apocalipse 1
Imagine-se tentando descrever uma paisagem de um arco íris sobre um lago para uma pessoa cega de nascença. Como você explicaria as cores? Como você explicaria a claridade do sol e a escuridão das nuvens carregadas?
O ouvinte cego provavelmente não teria uma idéia muito precisa sobre o que você estaria vendo, embora pudesse perceber claramente que você está olhando algo deslumbrante.
Essa é a mesma situação que  João enfrentou quando descreveu a aparência de Cristo. Podemos dizer pelas suas palavras que ele viu algo fantástico, mas é difícil pra nós imaginarmos o que ele realmente viu.

l.  lntrodução (1:1-3)

Como descrever o arco íris sobre um lago para uma pessoa cega de nascença? Como explicar as cores? A claridade do sol? A escuridão das nuvens carregadas?
O ouvinte cego provavelmente não teria uma idéia muito precisa sobre o que você estaria vendo, embora pudesse perceber claramente que você esta olhando algo deslumbrante.


Essa é a mesma situação que João enfrentou quando descreveu a aparência de Cristo. Podemos dizer pelas  suas palavras que  ele viu algo fantástico, mas é difícil pra nós imaginarmos o que ele realmente viu.

2. Saudações (1 : 4-8)

Cristo deu essa revelação originalmente às sete  igrejas (indicadas no versículo 1 1), localizadas nas seguintes cidades da Ásia: Éfeso, Esmirna, Pérgamo,  Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia. Mas o livro de Apocalipse é também para todos os crentes João começou o livro de Apocalipse chamando atenção  para o fato de que o livro é a revelação de Cristo aos Seus  servos. Assim sendo, Apocalipse nos aponta para Cristo. Tenha isso em mente enquanto estuda esse livro.
A mensagem apresentada neste livro foi dada por Cristo para mostrar aos Seus servos o
que acontecerá em breve. Ele recebeu-a de Deus  comunicou para o Seu João através de um anjo.
 Ao contrário de  mensagens proféticas Deus no Velho Testamento que deveriam ser escondidas (veja Daniel 1 2:4, por exemplo), essa deveria ser comunicada — lida, ouvida e obedecida. Conforme você aprendeu na Lição 1, ao fazer isso, você é abençoado.

Ambos, João e Cristo, enviaram saudações para essas igrejas. Assim como Paulo fez em suas cartas,  João enviou saudações da graça e paz de Deus e Cristo, depois louvou os membros da Divindade pelo que Eles são e pelo que têm feito.
Cristo acrescentou Suas saudações, descrevendo  a Si mesmo: "Eu sou o Alfa e o Ómega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso" (1 :8). O Alfa e o Ómega são a  primeira e a a última letra do alfabeto grego respectivamente, significando que Cristo está presente no começo e no final de todas as coisas.
  










Apocalipse 1 :8
"Eu sou o Alfa e o Ómega, diz o Senhor Deus, aquele que é , que era e que há de vir, o Todo-Poderoso"








graça

Deus demonstrando favor às pessoas que não podem alcançá-lo e não o merecem

paz

relacionamentos harmoniosos, descanso, contentamento

glória

a demonstração da natureza, do caráter e das obras de Deus


3. A visão que João teve de Cristo (1:9-16)

João começou por descrever sua situação —  quem ele era, onde estava (lembra-se?) e como ele recebeu a revelação. Apesar de ser um dos amigos mais chegados de Jesus e o autor de outros livros, ele refere-se a si mesmo como "irmão vosso e companheiro na tribulação, no reino e na perseverança, em Jesus 9). Ele não chamou a atenção para si mesmo, mas deixou claro aos leitores que entendia o sofrimento deles por causa  do Senhor.
Depois, ele passou a descrever o seu encontro com o Senhor ressurreto. Ele não tinha visto ou ouvido Cristo por mais de 60 anos. E agora, no final de sua vida, Cristo fala com ele, ao aparecer  no meio de sete candeeiros (castiçais). Esses  candeeiros representam as sete igrejas a quem Ele destinou o livro.
A aparência de Cristo era espetacular e semelhante à descrição de Daniel do Deus TodoPoderoso (Daniel 7:9). Ele vestia uma roupa longa, presa com um cinturão de ouro. Essa vestimenta  era semelhante a dos reis, pastores e juízes. Uma vez que Cristo é todas as três coisas, isso ilustra Sua autoridade e realeza.
Seu cabelo branco significa pureza, ou santidade, e existência eterna. Seus olhos de fogo vêem e sabem todas as coisas, ajudando-O a julgar retamente. Os pés semelhantes ao bronze polido também indicam julgamento, uma alusão ao altar no Templo, onde o fogo consumia a oferta pelo pecado.
Como o som de muitas águas, a voz de Cristo transmite poder e autoridade. Se você já foi à Foz do Iguaçu ou a outra catarata, você sabe como é esse som. A espada de dois gumes em Sua boca representa a Palavra de Deus em ação (Hebreus  4:12). É o que Ele usa para lutar contra os Seus inimigos. Lembra como Ele reagiu às tentações de Satanás para fazê-IO pecar? Citando as Escrituras.
Sua face, ou sua aparência, parecia brilhar como o sol. Essa descrição indica glória, divindade e força. João O tinha visto assim antes, quando Jesus foi  transfigurado diante deles; o seu rosto resplandecia como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz (Mateus 17:2).
Em Suas mãos estavam sete estrelas, as quais são os anjos (literalmente, "mensageiros"), ou pastores, das sete igrejas a quem essa carta é destinada (v. 20). Cristo confia Seu ministério aos  crentes e lhes dá o encargo e a responsabilidade de brilhar como luzes em um mundo em trevas.

4. A Reação de João (1: 17-20)

Quando João viu a Cristo, ficou tão emocionado que imediatamente caiu aos pés dEle. Esse Cristo diante dele não parecia aquele carpinteiro judeu  que ele havia conhecido anos atrás. A reação de  João foi apropriada e natural. Se nós tivéssemos que ver o Senhor, a visão seria tão impressionante    que teríamos feito o mesmo.
Mas Cristo não deixou João naquela posição. Ele o confortou, lembrando-o novamente de quem Ele é. Depois ordenou a João: Escreve, pois, as coisas que viste, e as que são, e as que hão de  acontecer depois destas (v. 19). O que João viu está registrado no capítulo 1. As coisas mencionadas nos capítulos 2 e 3 são a condição atual das igrejas a quem essa carta foi enviada. E as coisas que virão  estão registradas no restante do livro.









Relacione abaixo tudo o que Apocalipse 1   ensina sobre Cristo.
O fato de você conhecer os atributos de Deus faz diferença em sua vida? Como? 








Como um cristão, você pode confiar que onde quer que vá, Cristo está lá, porque Cristo  vive em VOCÊ. Você sabe disso. Mas você VIVE isso? O fato de Cristo estar vivendo em você lhe dá paz, coragem, alegria e amor pelos outros?









João comparou as igrejas da sua época com candeeiros. Um candeeiro era um suporte no qual era colocada uma lâmpada com óleo em chamas para iluminar o cômodo. Um candelabro de sete pontas chamado menorah fazia parte dos utensílios do Templo nos dias de Jesus e iluminava o santo lugar.
Jesus chama os crentes de luz do mundo e espera que deixemos nossa luz brilhar em lugares escuros em vez de escondê-la. Como Ele disse: "Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus" (Mateus 5:16). Em outras palavras, devemos ser visíveis para o Senhor, firmados nas verdades bíblicas e falar aos outros sobre  Ele.
Como está a sua luz hoje?





















1.  O que João fez quando teve esta visão de Cristo?

2.  De acordo com a visão, o que havia na boca de Cristo? E o que isso representa?

3.  Onde João estava quando recebeu esta visão?
A. Jerusalém
B. Éfeso
C. Patmos
D. Esmirna

4.  O que Cristo quis dizer ao chamar a Si mesmo de Alfa e Ómega?

5. Este livro é a revelação de quem?
A.  de João
B.  de Jesus
C.  de Paulo
D.  de Timóteo

6.   Com o que se parecia a voz de Cristo? O que isso significa?

7.   Como João descreveu a si mesmo? (Escolha duas respostas)
A.  Discípulo de Jesus
B.  Irmão
C.  Apóstolo do Amor
D.  Companheiro no sofrimento

8.  Verifique no texto, quais são as pessoas envolvidas na revelação?

9.  Descreva os olhos de Cristo na visão de João. O que essa descrição lhe diz sobre Ele?

10. Quem ou o que são os sete candeeiros mencionados nesse capítulo?

Lição 2 Completada.